logoexposicao
logocnccr
planta-n3
Clique na imagem para ampliar
Governação Republicana – Primeiros sucesso, grandes desilusões (1913-1917)

Findo o ciclo de constitucionalização do novo regime e definidos os campos ideológicos e políticos no final de 1912, ia iniciar-se o período da governação republicana.

As expectativas eram muito altas, construídas à medida das promessas de mais de trinta anos de Propaganda da Ideia republicana. Embora não faltasse legitimidade ao Partido Republicano de Afonso Costa para governar, o embate com a realidade foi fortíssimo e gerou as primeiras grandes desilusões. Três problemas surgiram de imediato no horizonte, todos urgentes, mas irresolúveis em simultâneo: a pacificação do movimento operário e a resolução da miséria social, o desenvolvimento económico e a credibilização do regime pela resolução do crónico défice orçamental.

Embora subsistissem problemas políticos sérios pelos finais de 1913, o regime credibilizara-se no termo desse ano pela obra financeira realizada. A Guerra europeia, que a breve trecho se tornou mundial, roubou à República o tempo para acudir aos problemas do fomento e do emprego.